Nossa Paróquia

 

Bem-vindos e obrigado por visitar o site da Paróquia Nossa Senhora das Dores, da Arquidiocese de Brasília.

Nosso atual Pároco

Padre João Roberto

Nossa Capela do Santíssimo.

Acompanhe a nossa historia

casamento_1961_editado.jpg
casamento_1961_editado.jpg

Paroquia-1967-68.jpg
Paroquia-1967-68.jpg

paroquia amarela.JPG
paroquia amarela.JPG

casamento_1961_editado.jpg
casamento_1961_editado.jpg

1/3

Em 1961, Dom José Newton, primeiro bispo de Brasília, celebrava com os primeiros moradores do Cruzeiro o que já era um embrião da nossa comunidade. No dia 19 de maio do mesmo ano, Dom Newton celebrou a primeira missa na Paróquia Nossa Senhora das Dores e a confiou aos cuidados de seu primeiro pároco, Pe. Rennó. A paróquia foi fundada no dia 8 de dezembro de 1961, Solenidade da Imaculada Conceição de Maria.

 

Os moradores da região celebravam em uma pequena capela, mas o número de fiéis crescia a cada dia, tornando necessário um templo maior. Em 17 de julho de 1967, Dom Newton abençoou e fez o lançamento da pedra fundamental, marcando o início da construção da paróquia. O novo templo foi inaugurado em julho de 1968.

 

De lá pra cá, tivemos muitas datas marcantes: a chegada de diferentes padres, a vinda de diferentes congregações de irmãs, Santas Missas, Batismos, Crismas, primeiras Comunhões, criação de pastorais, fundação de grupos, a instalação de movimentos arquidiocesanos e tantos outros eventos que marcaram a nossa história de comunidade paroquial.

 

Em 1996, iniciamos a construção de um novo espaço paroquial. As obras começaram pelo centro catequético, casa paroquial, secretaria e, por fim, teríamos uma nova igreja. Foram 30 anos de construção até que, em 10 de agosto de 2012, o novo templo da Paróquia Nossa Senhora das Dores foi dedicado a Deus, pelo Cardeal José Freire Falcão, Dom Raymundo Damasceno e Dom Jésus Rocha.

 

Nosso atual pároco, Pe. João Roberto, chegou à comunidade no ano de 2002. Em 2011 a paróquia celebrou o Jubileu de Ouro, comemoração dos 50 anos de culto e adoração a Deus.